Rhythm Is a Dancer (e os maiores hits de 1992)

11 maio

Há duas décadas, o eurodance era febre mundial. Ainda assim, apenas uma canção do gênero (Rhythm is a Dancer) chegou ao topo das paradas em muitos países naquele ano, consolidando-se como um dos cinco maiores sucessos mundiais de 1992. Leia sobre essa música e as composições de rock e R&B que fizeram companhia a ela.

snap capa.jpg

Para aqueles que cultivam nostalgia dos anos 90, o hit da banda alemã Snap! é um hino. Rhythm is a Dancer fez grande sucesso mundialmente, assim como The Power (aquela mesma do “I’ve got the power!”), também do Snap!, What is Love, do Haddaway, e The Rhythm of the Night, do Corona (grupo italiano encabeçado pela cantora brasileira Olga Souza). Todas essas eram bandas de eurodance, algo que no Brasil ficou mais conhecido apenas como “dance”. Por mais que esse tipo de som pareça identificar bem aquela época, nenhum dos outros maiores hits mundiais desse ano era desse estilo, e sim de rock ou R&B. Conheça os outros hits que integram a lista dos cinco maiores êxitos musicais de 1992.

Smells Like Teen Spirit

Quem ouviu o estranho Bleach, primeiro álbum do Nirvana, na época de seu lançamento (1989), certamente não apostaria grana que eles se tornariam a próxima banda mais popular do rock. Graças a Smells Like Teen Spirit, foi o que ocorreu. A música tocou exaustivamente em rádio e televisão, o suficiente para entrar naquela lista de “canções maravilhosas que não aguentamos mais ouvir”. Mas levou a banda de Seattle ao topo e a manteve por lá até seu trágico fim, com o suicídio do líder Kurt Cobain.

I Will Always Love You

Com a recente morte de Whitney Houston, que se afogou numa banheira após uso de drogas, seu maior hit pôde ser ouvido a todo momento novamente. I Will Always Love You foi trilha principal do filme O Guarda-Costas (1992), na qual a cantora atuou ao lado de então galã Kevin Costner. Graças à longa nota que Whitney sustenta no refrão, a composição (criada por Dolly Parton) se tornou um ícone. Ela é uma das favoritas para demonstrações de habilidade vocal por parte de qualquer aspirante a cantora – ou cantor, lembrando que Lin Yu Chun, um jovem taiuanês, recentemente fez sucesso interpretando o clássico num programa de televisão.

To Be With You

O Mr. Big se destacou por reunir músicos virtuosos, com experiência de apoio a grandes roqueiros, tocando suas próprias composições. Mas foi por essa balada que eles ficaram mais conhecidos no mundo todo – lembrando de leve o caso do Extreme, que também caía mais para o hard rock, mas foi ouvido por todo globo com a balada More Than Words. Mas To Be With You não é uma balada melosa, é apenas uma canção de amor feliz, agradável e que gruda muito facilmente. Opção certeira para qualquer lual.

End of the Road

Quando assistia MTV na infância, todos esses representantes anteriores figuravam na programação normal – exceto o Boyz II Men. Esse era o único que eu só via tocando no programa Top 10 USA. Sempre tive impressão de que eles eram algo mais curtido por lá, mas li que essa canção também foi hit em diversos outros países, principalmente da Europa. E é uma composição muito bonita e viciante, não nego, continuarei ouvindo ela por mais meia hora com todo prazer. Mas não consigo tirar da cabeça que isso pode ter sido um dos culpados por uma moda tenebrosa que também esteve presente nos anos 1990: o “charme”, estilo popularizado por conjuntos como Sampa Crew e Fat Family. E ainda bem que o texto acaba aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: